Cadê meu pai?



E vós, pais, não provoqueis a ira a vossos filhos...

Efésios 6:4


Creio que você também concorda que vivemos tempos de muita ira não só dos filhos, mas dos pais, das mães, dos irmãos...da humanidade. Onde foi que erramos?


Talvez nunca tenha existido uma época em que a humanidade vivesse tamanha contradição em sua evolução. A modernidade se define como a época da superinteligência revelada nos avanços tecnológicos cujos limites parecem não existir.


No entanto, o ser humano tem demonstrado estar cada vez mais distante daquilo que é mais importante nessa vida. Falo de VALORES. O que pode ser mais importante para um ser humano senão um outro ser humano? O que pode ser mais importante para um pai senão seus filhos?


Uma das formas de provocar a revolta e a ira num filho é ausentar-se da vida dele. Os filhos necessitam de tempo de qualidade. As histórias de violência e falta de amor numa sociedade tem íntima relação com a incapacidade dos pais de participarem e de estarem presentes nos momentos mais simples da vida de seus filhos.


Mudar é preciso! Neste dia dos pais, desafio você a se fazer a seguinte pergunta:

Com simplicidade, o que posso fazer agora pra me tornar mais conectado e presente na vida do meu filho(a) fazendo-o sentir que estou vivo com ele?


Seja lá o que você pensou, FAÇA AGORA!!!


A responsabilidade da mudança é nossa. Só mudaremos o mundo quando o AMOR invadir nossas vidas. Não há amor sem ações que materializem esse amor. A nossa maior responsabilidade enquanto pais é derrotar a ira por meio do amor praticado e demonstrado todos os dias.


Pai, não adie nem mais um minuto. Vá até seu filho, dê-lhe fisicamente uma demonstração do quanto você o ama e verbalize esse amor em seu ouvido para que a ira não continue a nos vencer...


0 visualização

© 2017 por Self2 Performance Humana. Todos os direitos reservados.